Envíenos su nota, opinión o información al correo: delpueblo.prensa@gmail.com

domingo, 18 de febrero de 2018

A INTERVENÇÃO FEDERAL NO RIO DE JANEIRO

A militarização aberta e declarada da área da segurança pública no Rio de Janeiro, decretada pelo governo Temer a pretexto de garantir o direito à vida e locomoção dos habitantes do estado, não consegue disfarçar o mais que óbvio real motivo imediato da edição do decreto: dar uma sobrevida política ao usurpador Michel Temer. Já descartada pelo próprio governo a possibilidade de aprovar a reforma da previdência em tempo constitucionalmente hábil, não restou ao Vampiro do Planalto opção outra que não a de aproveitar a primeira oportunidade de usar um ato de grande repercussão social e midiática para se manter na linha da sua própria sucessão, já que não despontou até agora no horizonte da extrema direita um nome de viabilidade no nível do aceitável. Isso é o que há de mais óbvio na intervenção. Qualquer analista menos estúpido entre os grandes cardeais da grande mídia poderia identificar tal razão mais visível, embora apenas uma ínfima minoria o tenha feito. E aqui o fazemos apenas para limpar o terreno.



---